Após 25 anos de espera, agricultores de Cabelo de Nego recebem título de terra

Imagem: Reprodução

Uma luta de 25 anos teve seu desfecho feliz nesta quinta-feira, 15. Um grupo de 68 agricultores do Assentamento Cabelo de Nego, zona rural de Mossoró, conseguiu receber o título de posse da terra. A cerimônia de entrega do documento aconteceu nesta manhã na comunidade e contou com a presença de representantes do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), do prefeito de Mossoró, Allyson Bezerra, e de vereadores representando a Câmara Municipal.

O superintendente do órgão federal no Rio Grande do Norte, Marcelo Gurgel, enalteceu a conquista desses assentados e destacou também o trabalho realizado para que todos os agricultores conseguissem o direito de posse da terra. Agora a propriedade passa a pertencer ao agricultor e sai do Incra.

“Depois de 25 anos de criação do Assentamento Cabelo de Nego efetivamente agora eles estão tendo a oportunidade de ter esse documento que lhe confere o direito de posse da terra. Esse é um trabalho árduo e até demorado, inclusive, mas agora chegou o ponto final deles que é efetivamente ele ter esse documento para dizer que a terra é deles. Sai do nome do Incra e passa para o nome do assentado”.

O prefeito Allyson Bezerra comemorou a aquisição do título pelos agricultores e lembrou da luta dos assentados por mais de duas décadas pelo título definitivo de posse da terra. “É uma entrega importantíssima. Ela dar ao agricultor de Cabelo de Bego a propriedade definitiva da sua terra dando fim a uma espera de 25 anos. Os assentados pediam e cobravam e agora com esse título de terra a espera de 25 anos chega ao fim. Isso é fundamental para que o agricultor possa, inclusive buscar recursos, buscar trabalhar melhor sua terra”.