Beto Rosado vota a favor de mudança na Lei da Ficha Limpa que favorece políticos fichas sujas

Imagem: Reprodução

O deputado federal mossoroense Beto Rosado (PP), votou a favor da flexibilização da lei da Ficha Limpa. A flexibilização favorece políticos fichas sujas a se candidatarem e voltarem a ocupar cargos políticos.

A alteração deixa a Lei da Ficha Limpa mais branda, possibilitando candidaturas daqueles que cometeram irregularidades na gestão pública, previstas na Lei de Improbidade Administrativa.

O site “O Antagonista” publicou a relação dos deputados que votaram a favor do projeto, e entre eles, está o deputado mossoroense Beto Rosado (PP).

Parte da relação publicada pelo O Antagonista

Dos oito deputados federais do Rio Grande do Norte, cinco votaram a favor da flexibilização, um contra e dois se abstiveram. Votaram a favor: Beto Rosado (PP), Natália Bonavides (PT), Carla Dickson (PROS), Rafael Motta (PSB), Walter Alves (MDB). Não votaram: Benes Leocádio (Republicanos) e João Maia (PL). Votou contra: General Girão (PSL).

Veja como votou cada deputado (CLIQUE AQUI)

HISTÓRICO

O ex-deputado federal Betinho Rosado (PP), pai do deputado Beto Rosado, foi deputado por quase 20 anos, de 1999 a 2014, e impedido de se candidatar pela sexta vez após ter sido barrado pela Lei da Ficha Limpa. Ele foi condenado pelo Tribunal de Contas do Estado em 2014, tornando-se “ficha suja”. Impedido de se candidatar, lançou o filho, que agora vota a favor de alteração na Lei da Ficha Limpa e que pode favorecer o pai.