Mineira supera câncer raro e vence Miss Brasil Internacional

Fotomontagem: Reprodução

Olha a história de superação da mineira Lorenna Arianne Soares, de 28 anos. Depois de ser diagnosticada com um câncer raro em 2018, ela foi obrigada a adiar o sonho de participar de um concurso de miss, mas não desistiu. Com metástase nos dois pulmões, ela lutou bravamente contra a doença. Agora, em 2021, ela recebeu alta e decidiu retomar o sonho que havia adiado.

A coragem e a beleza renderam a Lorenna o prêmio de Miss Brasil Internacional que aconteceu no Rio de Janeiro, agora em novembro, e ela se tornou inspiração para muita gente!

Lorena tinha um linfoma não-hodgkin no mediastino, um tipo raro de câncer no sangue, com metástase nos dois pulmões. O caso era grave e ela precisou ficar na UTI por 12 dias. Para fazer a biópsia, precisou ser entubada porque estava com a respiração muito fraca. Após os exames, foi encaminhada a quimioterapia e perdeu os cabelos. O corpo passou a responder bem ao tratamento e mesmo assim, ela precisaria de transplante de medula.

Antes do transplante, Lorenna teve uma infecção generalizada. As bactérias que haviam contaminado a modelo cederam com 12 horas. Ela define o acontecimento como um milagre.

Recuperada, ele se inscreveu no concurso e foi para a disputa, sendo a vencedora do Miss Brasil Internacional.