Projeto Cetáceos da Costa Branca monitora praias do RN

Imagem: Reprodução

O aparecimento de uma grande quantidade de lixo nas praias do litoral Sul potiguar, incluindo lixo hospitalar, tem preocupado as entidades ambientais. Os primeiros registros foram realizados no dia 21 de abril.

A Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern), por meio do Projeto Cetáceos da Costa Branca (PCCB-UERN), está fazendo parte de uma força-tarefa que tem o objetivo de monitorar as praias e fazer o resgate e análise dos animais marinhos encontrados vivos ou mortos na região atingida por esse desastre.

Três animais marinhos mortos foram resgatados pela equipe do Projeto Cetáceos na região atingida pelo lixo, sendo duas tartarugas marinhas e um golfinho.

Caso encontre animais marinhos encalhados, vivos ou mortos, o Projeto pede que seja acionado através dos telefones 98843-4621 (Areia Branca) ou 99943-0058 (Natal).