Secretaria de Meio Ambiente organiza Vuco-Vuco e remove pontos irregulares

Imagem: Reprodução

Barracas irregulares e desocupadas que estavam atrapalhando o trabalho de comerciantes e lojistas do Vuco-Vuco foram removidos na noite desta terça-feira (20). A partir de um pedido dos lojistas, o espaço necessitava de organização e controle. Por isso, a Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo iniciou a retirada de boxes colocados irregularmente na virada do ano. Ao menos, 15 barracas irregulares precisaram ser retiradas.

A direção do Vuco-Vuco explicou que elas não fazem parte da estrutura do “shopping popular”, o que fez necessário o trabalho de remoção de barracas. Lojistas que já atuam no local explicam que a situação estava ficando incontrolável.
Os pontos foram edificados em rampas de acessibilidade e em áreas de acesso ao consumidores e frequentadores do local. Os comerciantes relatam ainda que os pontos estavam fechados e, em muitos casos, utilizados para a especulação e venda.

Em contato com a reportagem, um dos lojistas disse que os pontos irregulares, inclusive, estavam atapalhando a circulação de pessoas e até mesmo o sistema de esgotamento sanitário. Segundo informou a Secretaria de Meio Ambiente, desde janeiro os responsáveis pelos pontos irregulares foram notificados e, mesmo ciente da irregularidade, aproveitaram a virada do ano para montar os pontos na intenção de especular depois.

Os comerciantes legais mostram-se satisfeitos com a atitude. Foi uma solicitação do centro comercial diante a invasão de pessoas que tentavam tirar proveito do local e da situação. Comerciantes temem ações de retaliação de grupos que tentariam comercializar no futuro sem pagar impostos ou seguir as regras do local.

Do Rede News 360