Servidores do Detran-RN continuam em greve por tempo indeterminado

Imagem: Reprodução

Os servidores do Detran do Rio Grande do Norte parmenecem em greve desde o dia 2 de setembro. Com suporte do Sindicato dos Servidores Públicos da Administração Direta do RN (Sinai), a paralisação ocorre por tempo indeterminado. O governo realizou uma proposta ao departamento, mas os profissionais a consideram insuficiente.

A greve dos servidores do Detran foi definida em assembleia realizada no dia 27 de agosto. A atividade contou com representações de todas as localidades do Rio Grande do Norte.

Os servidores exigem que duas principais demandas sejam atendidas pelo governo do estado.

A primeira demanda é a atualização do Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração (PCCR) da categoria. Essa cobrança acontece há quase um ano, de acordo com o sindicato. A segunda reivindicação é a realização de concurso público. Mesmo acordado na greve de 2019, o Sinai-RN alega que, até o momento, não teve avanço concreto.

Além dessas demandas, a classe cobra o pagamento de processos pendentes. De acordo com o sindicato, diversos funcionários ainda não tinham recebido o pagamento de processos de insalubridade acumulados há mais de um ano.

Apesar da greve e de forma reduzida, o Detran mantém os serviços de atendimento ao público.